Recital de órgão de David Paccetti Correia dia 6 de Agosto em Santarém

O próximo evento da série Recitais Comentados 2017, programação promovida pela parceria Órgãos Históricos de

Santarém, realiza-tem lugar dia 6 de Agosto, domingo, às 17h30, na Igreja de Marvila, em Santarém. Interpretação a cargo do organista David Paccetti Correia, o recital tem locução de comentários a cargo do maestro Pedro Rollin Rodrigues. Repertório: Voluntaries X e IX Op. VII de John Stanley (1712-1786), sonatas K.70, K.193 e K.162 de Domenico Scarlatti (1685-1757), sonatas em lá menor, ré menor e sol maior de Carlos Seixas (1704-1742), e quatro versos de Domenico Zipoli (1688-1726).

David Paccetti Correia formou-se em Órgão no Conservatório Superior de Música de Saragoça e na Universidade de Évora. Actuou em Portugal, Espanha, França e Áustria. É organista residente nos ciclos de Concertos a 6 Órgãos na Basílica de Mafra. É coordenador dos Órgãos Históricos de Santarém e organista titular da Ig. Catedral de Santarém e da Ig. Piedade na mesma cidade. É director artístico, professor de Órgão e organista titular da Schola Cantorum da Catedral de Santarém. É presidente da Federação Portuguesa de Pueri Cantores Portugal desde a sua criação em 2014.

Construído em 1717, com o n.º 84, por António Xavier Machado e Cerveira, o órgão histórico da Igreja de Marvila foi restaurado em 2009 pela empresa Dinarte Machado.

Algumas características deste instrumento são comuns à maior parte dos órgãos construídos no âmbito da tradição ibérica de organaria. Outras são específicas do tipo de órgão português da última metade do séc. XVIII e primeiro quartel do séc. XIX, tipo de órgão desenvolvido pelo próprio Machado e Cerveira e que hoje se poderá classificar talvez como “órgão clássico português”.

A série Recitais Comentados 2017 – cinco espectáculos de órgão solo, um por mês, de Junho a Outubro- tem como objectivo trazer ao público dos Órgãos Históricos de Santarém organistas de proveniências variadas, o repertório favorito de cada um e a sua perspectiva interpretativa própria. Tem também como objectivo disponibilizar ao público alargado eventos musicais de duração inferior a uma hora pontuados por comentários falados, pistas facilitadoras da compreensão do repertório executado.

Recitais seguintes da série Recitais Comentados 2017: dia 17 de Setembro, domingo,
17h30, na Igreja da Misericórdia, recital de Marco Brescia, brasileiro-italiano radicado no
Porto. Dia 15 de Outubro, domingo, 17h30, na Igreja da Piedade, a cargo de Radoslaw Marzec, organista polaco, recital de encerramento da série Recitais Comentados 2017.

O bom estado operacional de sete órgãos antigos no centro histórico de Santarém e a nomeação, pela Câmara Municipal, a Diocese e a Santa Casa da Misericórdia da cidade, em 2010, de um único gestor (David Paccetti Correia) para todos os instrumentos reabilitados são factos inéditos e ímpares no panorama nacional.

A proximidade relativa entre os templos onde se encontram os sete órgãos restaurados, localizados num círculo de um quilómetro de diâmetro, e a autoria da maior parte dos instrumentos, construídos entre o fim do séc. XVIII e o primeiro quartel do séc. XIX pelos mais relevantes organeiros portugueses de então – António Xavier Machado e Cerveira e Joaquim António Peres Fontanes –, rematam um quadro de excepção que merece destaque. Santarém é uma autêntica “reserva cultural” dos órgãos não apenas pela quantidade e qualidade excepcional do acervo de órgãos disponível, mas também pelo modo centralizado e contínuo de gestão adoptado para o mesmo acervo.

Mais informações em www.ohs.pt e https://www.facebook.com/historical.organs.santarem

David Paccetti Correia Coordenador dos ÓHS

Para mais informações, por favor contacte-me: coordenador.ohs@ohs.pt
969724956